Mãe me dá um orkut de presente?

Olá...tudo bem? Só agora consegui tempo para postar...uma correria...mas vale a pena...
O post de hoje é uma reflexão e desabafo sobre computadores x filhos adolescentes.


Hoje, saí cedo e voltei para fazer o almoço das crianças, pedi a Gigi (minha filha mais velha) que me ajudasse a lavar salada enquanto preparava a comida. Estavamos as duas conversando quando ela me perguntou se poderia ter uma conta individual do MSN (detalhe ela e a irmã dividem a mesma conta), disse a ela que se me desse um argumento que me convencesse eu até deixaria. Ela riu e disse deixa pra lá...
E eu expliquei que não achava necessário outra conta, pois elas usam o computador uma de cada vez. E ela por fim acabou concordando. ...Mas me veio com outra pergunta: Me dá um orkut de presente?
1) Obs: Minhas filhas apesar da idade de adolescentes 13 e 11 anos, ainda gostam de brincar de boneca, são crianças ainda...


Repondi : Posso ter acesso ao seu orkut? Posso ter a senha de acesso como tenho a do MSN?

Gigi: Claro que pode, não tenho nada a esconder de vc!!!

Como mãe disse: Vou pensar, analisar e depois te respondo. Tá?

Gigi: Ta bom...meio contrariada(ela sempre responde assim...rsrsrsrs) e ela sabe que sempre peço tempo para pensar...




Obs:  Eu sou mãe que acha que crianças precisam de limites, e meus filhos tem hora para dormir, para fazer lição, assistir tv, etc, minhas filhas tem limites para usar a internet, durante a semana só utilizam quando precisam fazer pesquisa escolar, no final de semana está liberado para uso de MSN e sites de jogos, e coisas que elas gostam....e até hoje não deixei que elas fizessem orkut, por achar que tudo tem a sua hora...meu argumento para com elas é de que para o uso do Orkut precisa ser maior de idade, o que não deixa de ser verdade...
Não estou recriminando, pois eu e meu marido temos contas, nem recrimino quem tem e deixa seus filhos usarem, muito pelo contrário, acho que cada um sabe o que é melhor para sí e para os seus, eu acho que dando limites aos meus filhos, eu estou mostrando que no mundo existem regras e que as mesmas devem ser respeitadas.


 

Voltando ao assunto: Creio ser inevitável que nossos filhos queiram interagir com a sua turma através do Orkut, e conversando com maridão, devo até deixar ela acessar, mas com moderação, limítes. Pois todo cuidado é pouco, os filhos precisam saber que nos preocupamos com eles e seu bem estar. Minhas filhas sabem disso e conversamos de modo franco e aberto.

Obrigada por me deixarem desabafar...o que vocês acham do assunto? comentem.

Bjão




14 comentários:



Pimpinela disse...

Muito sinceramente adorei a sua maneira de educar! Quando for mãe, quero ser assim! Penso da mesma forma, e acho que as vezes até deve ser mt dificil dizer "nao", mas dizer "nao" é amar tbem! :) Gostei mesmo MUITO da sua maneira de estar na vida, e espero um dia, quando for mae ser assim tbem!

Fernanda Reali disse...

Quanto maiores, mais cuidadosos temos que ser! Eu sou fulll time mom, olho tudo, unhas, deveres, eu que faço comida para meus filhos, não os deixo nunca sozinhos.

Desde bebês usam o computador.

Helena tem orkut desde os 6 anos, twitter e blog desde que fez 7, quando ganhou seu próprio notebook (vai fazer 8), posta sozinha, navega, muda cabeçãlho, busca informação no google. Eu supervisiono.

http://helenareali.blogspot.com/

Guga tem tudo isso desde os 5, mas não gosta. Só posta comigo do lado, não sabe usar bem e prefere os joguinhos como Club penguin.

Sou a favor de tu deixares que elas tenham tudo isso indivudualmente, mas te garanto que dá trabalho, pois vais ter que visitar e ficar supervisionando. Explique antes sobre hackers, cyberbulling, privacidade e segurança. os meus pequenos já sabem, as tuas maiores vão entender.

Dê liberdade e cobre responsabilidade.

beijooooo

Elza Carrara disse...

Andreia,
Você está certíssima e com filhos/internet a gente não pode descuidar nunca.
Eu não acredito em proibição, pois longe de você, quando eles tiverem a oportunidade vão fazer. Acredito em educação, fique ao lado delas, ensine e faça supervisão diária, as ensine a usar a internet com responsabilidade.
A internet está aí, não dá pra negar, o melhor é orientá-las de como usar corretamente.
Sem querer a gente abre cada absurdo na internet, imagina a cabeçinha delas como vai estar quando isso acontecer, por isso tem coisas que elas não estão preparadas ainda.
bjs

Biula disse...

Oi, Andreia, boa tarde!

Parabéns, gostei muito do seu modo de administrar as coisas por aí.

Com meu filho mais velho tive alguns problemas, pq ele foi o primeiro a ter pc, só bem depois é que comecei a usar tb, então ele fez orkut muito antes de mim, por exemplo. E eu entrei lá só para verificar o que rolava no orkut dele, é chato mas fiz isso durante um tempo.
Hoje ele já tem 23 anos, eu observo de longe, rs

Quanto ao caçula, embora já saiba usar, optei por não deixar ter pc agora, é muito cedo, 6 anos, é hora de estudar e brincar de verdade, além disso ele tem videogame, pra que pc e internet??

Bom fim de semana, beijocas,

Lola disse...

Te entendo perfeitamente Andrea! Tenho dois meninos, de 10 e 8 anos, e sou super controladora, daquelas que segue bem de perto cada passo deles! Quanto ao mundo virtual, ambos tem orkut a um ano e só o mais velho tem twitter, mas sei a senha dos dois e o computador aqui de casa é coletivo, ou seja, sempre à vista dos meus olhos! Isso é importante! Acho que computador em quarto trancado é uma armadilha justamente para eles fuçarem no que não deve! Portanto se vc tiver a senha, acesso a conta dela e o computador estiver a vista de todo mundo da casa, fique tranquila! Vc está monitorando!


Bjs

Anita disse...

Andrea, tenho 2 filhos( 21 e 14), com o mais velho fui mto mais controladora, e com o de 14 sou bem menos, isso porque se percebe qual o perfil de personalidade dos filhos. O mais novo é mais centrado enquanto q o mais velho sempre foi mto agitado, só agora vem melhorando com a maturidade. É extremamente necessário se monitorar o que estão fazendo, mas impossível controlar completamente. Se quiserem... sempre vão dar um jeito de aprontar, mas o fato de se sentirem "controlados", é sempre um bom freio e que lá no fundo eles gostam... vejo em alguns amigos dos 2, o quanto q aqueles q não tem mta fiscalização em casa, lamentam. Mas não há receita de bolo, é ir sentindo...puxando e soltando o freio em cada situação. Elas sabem q tem uma família, que tem mãe atenta e isso é o q vai contar na hora de fazerem suas escolhas certas. Bjs.

Elaine Canha disse...

Tem a filha adolescente de uma amiga minha que fez o mesmo pedido. Ela disse que só faria se fosse uma conta da família, e assim fizeram.
A bronca é que a mãe vive deletando as amigas e amigos da filha por não gostar.
Acho que dessa forma que vc está pensando e menos ruim.

Beijos

Carol disse...

Andreia, a Mari tem orkut desde os 8 anos, tudo com minha supervisão, mas no ano passado as coleguinhas vieram com história de fake pra conversar com várias pessoas, começou num jogo de internet, eu tinha descuidado e minha filha criou o dela. Quando descobri, tive que mostrar tintim por tintim o quanto isso é perigoso e até hoje mostro reportagens sobre o perigo que esse mundo virtual envolve.
Ai querida, hoje fico de olho e leio todas as conversas de msn e tudo mais. É muito perigoso mesmo, mas isso não quer dizer que não possam aprender a se cuidar, né? Ainda bem que existem os pais.
Beijos

Michelle Lynn disse...

Oi Andrea, acredito que esteja certíssima, pois o problema não são as meninas, mas as pessoas com quem elas estão falando e essa surpevisão deve ser sim diária. E, claro, limites é o que os filhos mais nos pedem!!

Abraços,
Michelle

Paula disse...

Eu acho que vc ta certissima Andreia.
Aqui em casa, eu e o namorido tivemos que excluir isso da nossa vida, pois a inveja e o passado estavam trazendo problemas pra nos.
Entao, quanto mais longe disso tudo, melhor.
Ainda mais para criancas, eu acho que pra tudo tem sua hora e limites.
Alias, eu gostava tanto da epoca em que o computador nao era tao acessivel.
Se eu pudesse criar meus filhos (qdo os tiver) sem computador ate os 13/15 anos, seria maravilhoso.
Sou totalmente apaixonada na epoca que eu tinha de 10 a 14 anos, das brincadeiras na rua, saudaveis.. o tempo que o mal nao era tao visivel! :/

Enfim, adorei vc compartilhar isso com a gente aqui! e acho que vc esta educando seus filhos mto bem! ;)

Beijos e bom fds.

Helena Garcia disse...

OI, amiga !!

Concordo com vc, Andréia , o quanto mais nós conseguirmos manter nossos filhos afastados deste mundão de Deus...melhor, né? Mas é dificil, hoje com meus filhos de 19 e 21 anos não consigo mais ter este acesso...eles já tem a vidinha deles...mas, é bem complicado, só mesmo entregando nas mãos de Deus e pedindo a ELE que cuide de nossos filhos !!

Um beijão e um ótimo fim de semana!
Helena
http://diaadiacorridinho.blogspot.com

Roberta M. disse...

Déia, isso é realmente um assunto complicado, Pandinha tem 9 anos, mas nao é uma criança muito madura, é bem infantil, por isso tenho muito receio de deixa-lo ter orkut ainda. Msn eu vou deixar, mas Orkut ainda nao, acho muito cedo, talvez no ano que vem...bejios

Renata disse...

Oi Lica!
Admiro sua sensatez! Foi clara e carinhosa com ela. Eu não tenho filhos, então fica difícil opinar. Creio que é necess´rio que se imponham limites, e achei bacana você conversar sobre o porque. Voce deve ser uma ótima mãe. Tenha um bom fimde semana, beijos, Renata

Fabiana Tardochi disse...

O que você faz é o correto. Filhos precisam de amor, mas também de regras e limites. Eu mimo meus filhos, mas eles sabem que existem regras .
Nunca tive problemas com meus filhos. Sempre fui muito clara com tudo na educação deles. Diálogo é fundamental. Eles sabem que eu controlo tudo e que existem limites e regras a serem cumpridas. Então tudo flui em perfeita harmonia. O mais velho fez o seu orkut quando tinha uns 17 anos ele sempre foi muito maduro para sua idade. Tem 19 anos e continua respeitando as regras da casa. Já o mais novo que completará 9 anos, nunca me pediu para fazer um orkut, ou ter msn. Ele usa a internet para jogos, e pesquisas escolares sempre monitorado e com horários e limites. Se ele pedir para ter eu vou deixar mas vou continuar monitorando como sempre fiz.