História do Mobiliário - Mobilário Antiguidade Clássica

Bom dia!!!

Meus queridos, quero agradecer os comentários carinhosos das datas especiais (niver do marido e niver de casamento) e me desculpar pela ausência de visitas...vocês não imaginam como a vida esta corrida, estou com alguns planos em vista, mas cionforme forem acontecendo eu conto em primeira mão.E devagar vou retribuindo todas as visitas e carinhos...

O tema de hoje é Antiguidade Clássica, Grécia Antiga e Roma Antiga. Vamos viajar no tempo?



Mobiliário de Creta e Mecenas


Os móveis remanescentes da civilização Micênica,da Grécia continental, e da Minóica, das ilhas do Egeu, são também escassos. Representações em relevo dos anéis minóicos e de pequenas peças em bronze e cerâmica são praticamente os únicos exemplos.


Grécia
 
Existem poucos registros sobre o mobiliário grego; as informações conhecidas são de vasos e relevos pinturas e às esculturas da época. Seus aspectos gerais podem ser reconstituídos a partir de detalhes de jarros pintados, caixas funerárias e outras esculturas em relevo, como as encontradas no Pártenon. Também se conserva um pequeno número de tronos de mármore e elementos de madeira isolados, provenientes de distintas peças.
Na Grécia, assim como no Egito, havia uma tendência de se basear a ornamentação do mobiliário em elementos arquitetônicos, com o uso, por exemplo, da simetria e da regularidade do desenho. O móvel grego é adaptado às dimensões humanas; influência da cultura humanista e do desenvolvimento das artes gregas. As cadeiras são divididas em modelos de honra, usados em cerimoniais ao ar livre, como o kline, o Grego a utilizava para comer e  descansar, e dispunha de uma parte horizontal para reclinar-se à altura da mesa, no lugar de estar à altura do solo. O apoio para a cabeça era, geralmente, curvo e não se utilizavam apoios para os pés.

Cena de banquete ao som de música, com o kline.



Representação do "Kline"
                                             
Móveis funcionais e simples conviviam com outros mais elaborados. A inovação mais significativa dos projetistas gregos foi a cadeira conhecida como “klismos”. Confortável e muito popular, ela foi bastante utilizada principalmente nos períodos arcaico e clássico. O “klismos” é basicamente liso, como pés curvados para fora desde o assento e um espaldar que se constituía em uma simples tábua retangular curvada desde os lados até o centro.

  Cadeira klismos no túmulo de Hegeso, c. 400 a.C.
O mobiliário grego, entre 1200 e 300 AC, produziu uma variedade maior do móvel decorativo.
                                   
As mesas representadas nas pinturas eram, geralmente, pequenas e, na maioria das vezes, retangulares. As mesas redondas de origem grega surgiram no período helenístico. Os gregos também usavam mesas pequenas, para fazer as refeições e apoiar objetos. Os pertences eram pendurados nas paredes ou guardados em arcas e armários.
O mobiliário grego possui proporções mais harmônicas, com assentos mais baixos e dimensões menores do que os modelos egípcios.

Roma


No primeiro século da era cristã, o opulento desenho romano revelava-se numa forte influência grega, mas distingue-se pela suntuosidade e pelo emprego de materiais nobres, como o bronze e o mármore. As ruínas de Pompéia e Herculano proporcionam uma clara documentação da bela decoração doméstica e mostram os lugares em que se encontravam os móveis. Os grafismos de Pompéia ilustram a utilização de móveis e sugeriam a existência de uma grande variedade de peças. Os desenhos eram mais complexos, ainda que utilizassem a mesma ornamentação. Além das pequenas mesas – comuns na Grécia – se utilizavam mesas retangulares maiores e outras redondas, de diversos tamanhos. Também se começou a criar desenhos mais práticos.
Os romanos desenvolveram alguns modelos, como a cadeira semi-circular e as mesas pequenas com três pés, usadas para refeições. O vocabulário decorativo do mobiliário inclui os carcaterísticos pés com forma de patas de leão e também cariátides e outras figuras mitológicas que ornamentam as pernas de mesas.
Réplica de uma Lectus
                                       
Entre os móveis de assento, o lectus era um dos mais importantes, presente na maioria das casas romanas. Suas funções eram variadas: descanso, fazer refeições, conversar. Utilizado como assento e repouso, sobretudo em cerimônias e banquetes. Confeccionado em madeira, tinha uma cabeceira ornamentada com motivos decorativos em bronze, que servia como apoio para o braço quando se estivesse recostado.

Outros modelos de móvel de assento são representativos da suntuosidade e da solidez dos móveis desenvolvidos pelos romanos. No exemplo abaixo obsrevam-se os pés com forma de pata de leão e o encosto semi-circular. 

                                 


Modelo Sella curulis
                                          
 Os móveis romanos possuíam grande variedade de tipos, divididos entre o uso comum e o uso cerimonial.

Por hoje é isso, espero que tenham gostado.

Bjão e um ótimo dia!




15 comentários:



Ana Maria Braga disse...

Andreia, aprender é sempre muito bom. Curta bem o seu curso.
Desejo um lindo dia bem proveitoso.
Bjs

Liliane de Paula disse...

Quanta história, Andreia. A gente nem imagina.

Luci Cardinelli disse...

amiga, vou voltar para ler esse post com calma, adoro isso!
vim agradecer o carinho e dizer q respondi lá mesmo tá?

beijãooo

Dona Amélia disse...

Não tem como fugir do preceito de que foram mesmo o berço da civilização, né não, frô?

Xêros
Paty

Betty Gaeta disse...

Oi Andrea,
Estava com uma saudadona de vc, mas ando me embrenhando pela net com um sorteio que tem me tomado muito tempo.
Adorei o post, nunca tinha parado para pensar na história dos móveis.
Tem sorteio no meu bloguito, please … dê uma forcinha, se não estiver participando ainda, participe.
Bjkas e um ótimo restinho de semana para vc.

http://gostodistonew.blogspot.com/

Eva disse...

Sabe Lica eu to adorando participar contigo desse curso, ja fiz um arquivo, eu amo saber mais da história das coisas, obrigada! Thank you tb, pela presença que eu adoro la no blog, bjo e um dia prá lá de bom!

Carla Pathy disse...

Oi Andréia!

esse "lectus" ia ficar tããããaõoooo lindo aqui em casa.... rsrsrs
Beijinhos!

Giuliana: disse...

Oi Déia,

Que bom vir aqui e enriquecer o conhecimento. Obrigada.

Beijos

Heddy disse...

Andréia querida,venho acompanhando suas postagens sobre a história do mobiliário, e estou gostando muito,apesar de não comentar. tempo....só correndo.ah, obrigada pelo elogio ao quarto da filha, ou melhor, as gavetas e adesivos rsrsrsrs

Heddy disse...

esqueci do bj.Beeeeeeeem grandão.

KINHA disse...

Olá Amiga

Desculpe amiga, hoje não vou comentar, passei somente para dar um olá e desabafar. Estou indignada com algumas coisas, aqui no mundo real...

Bjooooooooooooooo..............

http://amigadamoda.blogspot.com

GIL disse...

Muito legal , adoro aprender principalmente tudo sobre decoração e moda, mas gosto de arrumar mesas tb.....nós blogueiras, gostamos de tudo....bjks...Gil, gostamos de aprender

Lola disse...

Vc sabe Andreia, que eu sempre imagino como os povos antigos viviam? Fico pensando:"Será que tinha algum acessório para escovar os dentes sem ser como a atual escova?" E também penso em como eram as casas, a decoração e tals. Interessante sua informação aqui!

Bjs

Eliane - Casinha Encantada disse...

Lica, que legal trazer estas informaçãoes. Eu concordo com a LOla, fico pensando como eram as coisas. Já pensou viver sem internet rsrsr.
Eu estou melhorando da garganta, mas ainda com aquele mal estar, enfim.
Meus dias em SP foram estressantes, do aeroporto fui direto para o cliente, fiquei lá até a noite, voltei para o hotel e depois voltei para a empresa e depois para cada, não consegui fazer nada.
Mas estou para ir novamente, aí aviso, vamos ver se conseguimos sim, eu adoraria.
Bjs

Anita disse...

Oi Lica, sabe que ando tendo que rebolar aqui pra postar, visitar e ainda ter tempo de fazer asneiras na hora de mudar a cara do blog? rs.
Mas ontem a tarde meu note novo chegou, mas como o 1º veio com defeito nem vou tocar nele, vou deixar meu técnico fazer isso comigo na segunda. Olha hora que tô visitando, mas assim é bom que está todo mundo dormindo e eu aqui tranquila aprendendo coisas novas, ou melhor antigas do mobiliário e novas pra mim, hehe.
Ah, adorei saber que vc nunca fez um coração e que os "beginhos" te atraem, já foi uma dica... agora só falta meu tempo, mas ele vai, bjssssssssssssss.